quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Poeta Triste

Hoje acordei triste,
verti lágrimas sobre o papel,
molhei a alma que abriste,
no dia que a encontrei...

A dor de meu peito não passa,
minhas mãos, trêmulas estão,
Nada é luz em meu caminho...

Hoje acordei, sem querer...
Minha alma já não vive,
Queria apenas morrer
Antes de chorar de novo.

Hoje escreverei minha dor,
e sei que não será poesia,
Será apenas um borrão
num papel afogado em minhas lágrimas!

Mando Mago Poeta 21:44 14/10/2009