domingo, 7 de outubro de 2012

Desencontro

10885salto[8]

Desencontro

Não sei imaginar
que pudesse te magoar
e perder a luz de sua presença.

Não suporto a dor de saber
que pude um dia não perceber
seu real sentimento

E alimentei sem consciência
o que depois tornou-se um lamento!
Tolo e distraído...

Sou agora esse poema doído
nascendo em cada pulsar no peito
uma explosão que não tem mais jeito!

Mando Mago Poeta 18:56 07/10/2012