quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Céu e palavras

Céu e palavras

É no fel das palavras,
que desbravando nuvens espessas,
pessoas se machucam sem pensar...

Nas injúrias, nas lamúrias
no simples ato de não pensar!

é no sal dos olhos tristes
ofendidos, não resistem
e em prantos teimam se vingar...

Nas notórias falas e gírias
nas colinas das drogas infames!
Colhem o inverso dos valores
nos jardins, já sem flores.

E na paz que me alimenta
planto com um olhar meu amor
jorrando meu abraço em flor
perfumando o seu penar...

Tudo na vida passa.
Mas o amor, carinho e paz,
são alimento da alma
que para o infinito levarás.

Mando Mago Poeta 19:10 31/3/2012