quarta-feira, 31 de julho de 2013

Como chuva de pétalas

_Back_To_Childhood__by_Psychosomaticc_thumb[10]

 

Como chuva de pétalas

Caía do céu uma chuva perfumada,
das grandes árvores que espetam nuvens
e alcançam outros andares da vida...

Balançando suavemente no ar,
pétalas rosadas e brancas
perfumando o meu olhar...
dançavam em um balé formidável!

E cada pétala que me tocava o rosto,
explodia em fachos de luz colorida
como fogos de artifício de festejos

E minha alma, tocada de luz e amor,
sorria e chorava emocionada
derramando cristais brilhantes
que me percorriam a face lentamente...

Quando abri os olhos, ofuscado de tanta luz,
senti a Paz da eternidade em mim
sorridente a me abraçar na chegada...

Agora sei, que como chuva de pétalas
eu também caí e flutuei no céu terrestre,
e meu perfume ficou no ar!
só me resta saber, quando poderei voltar.

Mando Mago Poeta 22:16 28/5/2012