sábado, 13 de julho de 2013



Algumas estrelas

Pingos brilhantes no céu
pintaram as retinas minhas
Quando meus olhos avistaram os seus,
tímidos a me observar na distância
de poucos passos de um abraço.

E te vi a me esperar na parada,
através da janela empoeirada
do transporte ao destino
de uma esperança e de um grande amor!

Minhas mãos trêmulas a envolveram
timidamente em um abraço
e em tão poucos passos
descobri que já era seu...

E não há nada que eu faça
que possa descrever tanto amor
brotando cada dia mais
no coração desse poeta sonhador.

Meu amor é tão puro e belo,
destemido e sempre sincero
pois você é tudo que quero
até o fim de meus dias...

E na minha imperfeição te amo,
e nada no mundo poderá impedir
esse amor de existir!

Obrigado, meu amor, por existir.

Mando Mago Poeta

(Margarida Koike, seis meses em seus braços me ensinaram tanto,
que em uma vida inteira não poderia aprender só.)