quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

o relógio

relogio-thumb 

Enquanto clic
pulsando o coração
Em cada passo
um segundo de cansaço

Em minutos
sonhos diminutos
Encerra o passado
firma o presente

Em tempo
tento
já não sei
qual o intento

Em horas
Tu sorri
enquanto Minh 'alma
chora...

Não há tempo
já não tento
quando pulsa um segundo
já é passado...

passou!

Mando Mago Poeta 21:41 25/2/2010