quinta-feira, 31 de julho de 2008

...



§ Adeus §

Como lembrar do poema que fiz
Em voz baixa recitei em teu ouvido...
E você chorou...
Se ele sei foi, junto com suas lágrimas...

Como continuar te amando tanto,
Se já nem me amava mais.
Pois somente amava voce,
E deixei-me de lado...

Diga, Amor meu! Adeus...
Pois eu já não sou mais seu como antes,
Sou meu primeiro, depois serei de outra...
Outra alma que me ame, e toque meu rosto

Com amor total me diga em voz alta,
Que abrace-me com calor
Que seja som e toque, luz e calor.
enfim, digo chorando... Adeus meu Amor!

Mando Mago Poeta
12:23 31/7/2008