sexta-feira, 25 de julho de 2008

.


§ Água §

Quem seria eu nessa vida
se já nao pudesse sonhar
quem seria eu nessa vida
se nunca viesse a te encontrar

Sou agua agora
iceberg derretido
pelo calor de seu ser
correndo montanha abaixo
na ânsia de encontrar o mar

Sou chuva caindo em torrentes
molhando toda floresta
para banhar uma única flor

Sou rio cortando a terra
rugindo entre as pedras
e caindo no leito deste amor

sou água borbulhante e quente
brotando no solo do sertão
Encontrando no ser mais belo

a pureza do coração.


Mando Mago Poeta
25/julho/2008
2:09 hs