quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Mar e Amor

Mar e Amor

Tenho medo do Mar!
É um quase transe que me suga a vontade,
um hipnotismo quase incontrolável, é suavidade...
Beleza que se sobrepõe, vitalidade a me dominar!

Tenho medo de amar!
É um quase oceano de complexidade,
um magnetismo, quase insanidade...
Bálsamo e castigo, vontade de chorar!

Tenho medo deste desafio,
é algo de dentro de mim,
como um trauma, um meio fio...

Resumindo esse sentimento,
diria que é um medo atraente,
que sempre acabo vencendo, mesmo que por um momento!

Mando Mago Poeta 16:42 18/11/2010

1751

NaSaudade_byMarta

E encontro-me despido, em cada verso que escrevo…

JogoDeSeduzir

Mesclado ao colorido, sinto-me em preto e branco, desenhando sentimentos…

OgAAAKs5Svjv-xdEQKrK_0w2htpcuKhID8KBrrgruXfpbhJT4El8n2jIOI7X8uRxpfSgEsa8rbowc-gY8mrg5shhK1gAm1T1UEIbF2emWVXgu061-qJPBvxLXT0I

Mais um prato na mesa, um vazio no peito… Mais um verso mudo!

EuTeAmo

Questões do coração, dúvidas da razão… Verdades da alma.

A alma não duvida, é toda certeza! Sem melindres…

1683783

Justo é ter a dor como amiga, pois ela nos diz quando algo não está certo…

Quando a dor é emocional, justo dizer que estamos “verdes”, tentando amadurecer.

escreveFoto-4cdaa42d600af

IncoerenteDesejo

IncoerenteDesejo_Teka

Entre a razão e o coração, está a poesia…

Entre você e eu, está o livro que não escrevi.