quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Sem palavras

23112008(018)

Sem palavras

Ando com falta de palavras
ando procurando-as no asfalto quente
nas trilhas da mata
nas pontes e viadutos...

ando com falta de palavras
ando procurando-as nas flores
nas rosas do jardim alheio
nos antigos amores...

ando com falta de palavras
já procurei em todos os lugares
nas bocas enamoradas
nos becos, nas dores...

meus poemas sem palavras
hão de dizer nada!
calar-me na madrugada,
e emudecer-me a mente...

vou escrever sem palavras,
deixar meus sentimentos nos olhos,
inundar o papel com meus lamentos.
escrever com lágrimas!
pois não encontrei palavras...

Mando Mago Poeta 21:35 19/11/2009