quarta-feira, 18 de julho de 2012



A Despedida

Quando aquele abraço
tentou ser eterno
um sorriso de falsa alegria
surgiu nos lábios

Um beijo de "não se vá"
Uma mão segurando a outra
querendo não largar...

Quando aquele abraço
tentou levar meu coração
ele, de tão apertado
deixou uma lágrima rolar...

Quando aquele abraço
apertou nossos corpos
oprimiu meu amor
suprimiu a coragem
de te deixar partir...

Quando aquele beijo selou
o adeus mudo e doído
tentei não dizer adeus
e implorei a Deus
que te deixasse ficar!

Quando aquele abraço
separou-nos de vez
parte de mim se foi
a voar para longe
na despedida mais difícil
que o destino me deu!

"Passam-se os anos e eu ainda sou seu!"

Mando Mago Poeta 20:04 27/3/2012