sábado, 25 de dezembro de 2010

Fruto dourado

Havia um beijo na árvore
um fruto doce e atraente
brilhava feito ouro
era um beijo reluzente

Haviam folhas caindo
como pássaros voando
a sombra ia se extinguindo
e eu me apaixonando

era um breve sonho de amor
na árvore outonal que plantei
aquela mecha de cabelos que cortei,
e que me deixastes de lembrança...

Essa nova vida sem você, é sem cor
mas o fruto é de ouro, e verde esperança.

Mando Mago Poeta 22:53 25/12/2010