domingo, 23 de janeiro de 2011

ABC DO POETA – S…V

Saciar a terra

é quando a chuva vem sorrindo
gargalhando em trovões
que o rio, já dormindo
acorda nas margens, os bordões...

É o arco-íris bocejando
preguiça boa de sentir
o nativo festejando
os cardumes a florir...

É quando a noite cai serena
e o sereno vem banhar
as águas amenas...

É o lírico cantar da Natureza
vencendo o silêncio das matas
e encantando a vida, com sua beleza!

Mando Mago Poeta 16:53 19/1/2011

………………………………………………………………………….

Nada separa você de mim

Se me tocares em seus sonhos,
com suas pétalas rosadas
e arranhar-me com seus espinhos,
farás raiz em meu peito!

Se o calor de seu hálito,
soprar-me como a brisa do mar,
farei-me areia, para nunca te deixar!

Se molhar-me como a garoa,
farei-me terra...
e a guardarei dentro de mim!

e se rodear-me feito nuvem,
farei-me vento quente
para que se derreta em mim...
em chuva de amor sem fim!

Mando Mago Poeta 23:36 7/1/2011

………………………………………………………………………….

Saudade

A saudade me visitou também,
mas eu a perdoei...
Foi conhecendo a saudade
que te encontrei

Mando Mago Poeta 17:59 14/1/2011

………………………………………………………………………….

Sobre o amor

sobre o tema  amor
quem não questiona o coração
sofremos sem nenhuma dor
amamos e choramos de emoção...

dor de amor é imprevisível
é um choque de sentimentos
"de vazio cheio de lamentos"
é um questionamento plausível...

Mas nem tudo é dor e sofrer
quando na vida se vive a amar
pois sem amor, não se pode viver...

Ama quem vive
vive quem ama
pois o amor, da vida á a chama.

Mando Mago Poeta 23:49 11/1/2011

………………………………………………………………………….

Sonho e sonhador

Vou mentindo
escondendo a minha dor
nessa estrada florida
vou colhendo uma flor

Vou sumindo
no horizonte sem cor
na ribalta esquecida
recitando sem rancor

Vou relendo
em cada verso indolor
a minha alma sofrida
e tão cheia de amor

vou despedindo
do palco sem favor
sou artista desta vida
e acordo amanhã... como um novo sonhador!

Mando Mago Poeta 21:59 8/1/2011

………………………………………………………………………….

Venda

Vendaste os meus olhos
Me deste uma rosa...
Estou a sua espera não tardes
Estou louca para amar-te!

Mas, parti dividido,
com meu peito sangrando,
vermelho como a flor!
Ainda que eu fique distante,
não vivo mais sem seu amor!

Nancy Amorim / Mando Mago Poeta 01:45 17/1/2011

………………………………………………………………………….

Vento de saudade

Esqueci de dizer
que ao sair de seu quarto
um forte vento soprou
era um vento de saudade
que me empurrava de volta
aos braços que me amou...

Por isso voltei.

Mando Mago Poeta 22:04 11/1/2011

………………………………………………………………………….

Vida em versos

Quando eu tinha dezesseis
poesia era carta de amor
escrevia com simplicidade...
nunca houve tanto amor!

Quando tinha dezoito
não havia inspiração
tudo para mim era dor
só chorava meu coração!

Escrevi tantos lamentos
sorrir era coisa tão rara
chorava em quase todos os momentos
em que voltava para casa...

Poesia eu queria escrever
amava tanto, de querer morrer
a dor era constante
vivia comigo a todo instante...

Foram épocas difíceis
de perdas e muitas lágrimas
até encontrar o primeiro amor
que da vida me trouxe o sabor

Mando Mago Poeta 22:01 11/1/2011

………………………………………………………………………….

Visão

Quero morrer sendo o que você vê,
e viver sendo o que você não enxerga...

Mando Mago Poeta 00:04 12/1/2011

………………………………………………………………………….

Você

É imprimindo nas nuvens o seu rosto,
que disperso os pensamentos meus.
O vento é seu hálito de flor,
abrandando, dos espinhos a dor...

A chuva é seu choro de emoção,
que vez ou outra me alaga o peito,
nesse rio estreito
que é meu coração...

E quando raios partem em direção a mim,
sei que está nervosa
colho então, uma rosa
e te ofereço o jardim...

Agora estou aqui tão só,
com uma rosa na mão,
curtindo essa solidão...
Pois me apaixonei por uma nuvem de ilusão.

Mando Mago Poeta 23:16 18/1/2011