domingo, 12 de fevereiro de 2012

305360_196505833762340_118196034926654_427663_1661163344_n

O guerreiro e a flor

Eu sei que me perderei em seus braços!
Que sucumbirei aos teus encantos,
e verterei lágrimas de amor pelos cantos
da casa, dos olhos, da alma... de mim!

Sei que se me tocares, com suas mãos delicadas,
minhas mãos, ficarão geladas!
Minha razão se esvairá pelo chão...
Pelo ralo da mente que foge tentando proteger o coração.

Sei que tu és a maior tentação,
o pecado mais desejado,
o amor mais cheio de tesão!
Tu és, a dama que me põe no chão!

E resistir a isso tudo é tarefa mais árdua
que faz de minha vida uma longa batalha,
como nas antigas cruzadas, onde a navalha
é uma longa lâmina afiada e dura..

Se eu sobreviver a essa luta,
morre esse amor...
Se eu morrer, nessa batalha,
você terá rompido minha imensa muralha!

Mando Mago Poeta 21:55 8/2/2012