terça-feira, 4 de maio de 2010

Sonho de amor

ATcAAAClf9GhLtNTMtWO2dhGZn2Hp289Eg5oJROk74vAiI17d86o8Up6cp8_sU-8Jsg07r5lvcZYOEp4N1cb7NU4JFX8AJtU9VBd_EwCnKCKV5wl3r1ifYlDDq316Q

Nas noites de frio,
intenso sabor,
teu corpo em meu corpo,
Teu beijo, minha boca,
é puro fulgor...

Nos dias de Sol,
fizemos amor,
Meu barco, teu porto,
tua voz rouca,
quase sem pudor...

Nas tardes de chuva,
Molhados...suor...
estou quase morto,
você quase louca,
desperto do sonho...no peito uma dor!

Mando Mago Poeta 20:52 4/5/2010