sábado, 19 de abril de 2008

§ Alma e Natureza §

O movimento das águas me revela

A natureza humana em mim

Querendo ser mais forte...


Os ventos uivantes ecoam em minha garganta

As folhas balançam em meus cabelos

O horizonte corta minha visão ao meio.


No inocente sentimento me criei

Na Batalha interna, amadureci

Na constante vigília, criei meu quartel


Minhas raízes arranquei da terra,

No âmago sofrido da alma

Onde sementeira se deu

E a lágrima regou o destino que criei...


Assim, na preparação interna

Guio meus pensamentos melhores

Direcionando aos entes queridos

Que muitos são, mesmo distantes

E todos são meus preferidos...


Na busca por um mundo melhor,

Encontro uma a uma, As almas em comum

Nos pensamentos que pegam carona no vento

Nas frases escondidas no riso

Nos sentimentos disfarçados em lágrimas...

No abraço carinhoso, desenhado no olhar