quinta-feira, 12 de abril de 2012

Minha amada

Que tem um furacão de desejos
que me afoga em seus beijos
e me faz perder a cabeça...

Minha amada que sussurra
devaneios de amor e paixão
encantos de um lindo coração

Minha amada

Que em seu abraço me quer
que finge não me querer
mas seu corpo vem aquecer
e ela faz de mim o que bem quer.

Minha amada, morena
minha menina, pequena
minha grande mulher!

Minha amada me consome
em sonhos e carinhos
e depois some!
me deixa somente o som de seu nome...

Minha amada! Tão desejada
amada minha, sina!
vem e me ensina
a viver sem você...

Mando Mago Poeta 19:59 13/2/2012