terça-feira, 28 de setembro de 2010

Amor em chamas

Não sei o que há de tão intenso,
que provoca um tremor dentro de mim...
Surge uma rachadura imensa,a cada pulsar do coração,
uma fenda abismal que se faz sob meus pés!

Não sei o que há aqui dentro.
Me perco entre as fendas no peito,
o abismo sob meu caminhar...
Ah! Oque, de mim há de sobrar?!

Que se me treme o corpo todo,
retorce-me as fibras mais íntimas!
na ânsia de entender, das lavas, o por quê do fogo!

Saem-me chamas intensas,
sinto-me em eterna explosão!
Há em mim o fogo da terra, um amor feito um vulcão!!!

Mando Mago Poeta 22:48 28/9/2010